quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O quadro de papai

       
     Essa pintura é de meu pai. Ele conta que quando era criança e morava em uma fazenda, via um japonês professor de pintura, que entrava por entre as árvores com seus alunos, escolhia um bonito local e ali ensinava a reproduzir aquela paisagem. 
   Ele ainda pequeno, só ficava admirando e "aprendendo" o que podia, imaginando que quando ficasse adulto e pudesse ter seu próprio dinheiro, iria comprar tintas e pintar quadros. 


     O tempo passou, e esse dia chegou. Viram a data da finalização do quadro? Pois é, o quadro completou ontem, 54 anos e continua pendurado na parede. 
    O fato é que eu na verdade nunca vi ele pintando tela e às vezes perguntava porque não voltava a pintar, depois de tantos quadros bonitos que tinha feito, mas  dizia que trabalhava muito e não tinha tempo e que quando se aposentasse iria voltar a pintar. 
   Ele se aposentou há uns 28 anos e não parou de trabalhar, também não pegou mais nas tintas e nas telas, os filhos se encarregaram de herdar o dom e assim algumas tintas que sobraram (acho que nem tinha prazo de validade, pelo menos ninguém se intoxicou, rsrsr) eu usei no tempo da faculdade e outras meu irmão carregou pra pintar alguma coisa. Nem sei por onde anda  o cavalete... Nem a maleta de pintura... Mas sempre é tempo!!! E como é bom pintar telas...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Blusa de princesa...



           Kate Middleton apareceu há um tempo atrás com essa linda blusinha em crochê no estilo navy (em alta) em público e já está todo mundo copiando, como o famoso vestido azul royal que usou em seu noivado.


       A que ela usa é da marca Whistles, mas com um pouco de paciência dá pra observar os pontos e confeccionar uma réplica.

                                                    imagens:crochetemoda.blogspot.com 
      Pois é, plebeu usa a réplica da realeza, mesmo porque, não precisa ser princesa para se ter bom gosto, hohohoho. Mas vamos ao que interessa: Os pontos:



     Essas fotos peguei da internet, de algumas pessoas que tiraram os pontos e o modelo, se alguém souber quem foi, por favor, me comunique para que eu possa dar os devidos créditos. 



     De qualquer  forma, parabéns a quem fez e obrigada por colaborar com o guarda-roupa de quem só está copiando.

domingo, 26 de fevereiro de 2012

A música e o bom humor...

video
     video, youtube
    Paulinho Winterle reflete bem esse caráter que todo músico, artista, publicitário ou afins tem. Vontade de rir!
     Quando vi esse vídeo, me lembrei logo do "mano", o meu mano, que não trabalha com música, mas é músico. Toca um leque de instrumentos, e também a gaita, que ele desde criança aprendeu (o som da Asa Branca está até hoje em minha cabeça ) e o piano, o violão clássico, a guitarra... Me lembrei dele pois além de termos a música em comum, sempre que nos encontramos gostamos de mostrar nossas peripécias musicais um ao outro, quando não, esses vídeos de talento que fazem a gente rir. 
     Enfim, o Paulinho, um paulista-gaúcho de 31 anos, é publicitário e diretor de arte, músico e amante do violino (que toca muito bem), dá pra ver que ele faz de tudo, no final do vídeo o único integrante além dele, é a cachorrinha Anastácia, rsrsrsrs. Ah, a melodia muito conhecida, é o CANON em D,  composição do estilo Barroco de PACHELBEL (Alemanha 1653-1706). Linda!

Você está indo para Scarborough Fair?

                                             
Castelo de Scarborough

        Scarborough é uma cidade situada na costa leste da Inglaterra. 
     Na Alta Idade Média, existiu uma famosa feira no local, que durava 45 dias e tinha seu início na segunda quinzena de agosto. Uma antiga, quase folclórica melodia inglesa recebeu o nome de "Scarborough Fair" (Feira de Scarborough) e fala de uma jovem que designa difíceis tarefas (quase impossíveis) ao rapaz que lhe está cortejando e se assim ele conseguir cumpri-las, terá seu amor.
    A verdadeira origem dessa melodia é incerta. Muitos afirmam ser de origem celta, outros escocesa, mas é sempre lembrada como nos épicos: as cruzadas, os celtas e a idade média, afinal isso também combina com o romantismo da canção.
     O refrão repete: Parsley, sage, rosemary and thyme, (salsa, salvia, alecrim e tomilho), que muitos acreditavem ser os ingredientes da poção do amor. Enfim, é uma bela canção, que já foi gravada por muitos cantores, inclusive como canto gregoriano.
     No vídeo, na voz de Sarah Brightman, uma das melhores cantoras líricas inglesas da atualidade, onde ela aparece em um local como uma fortaleza, vestida como uma mulher celta... 
     ...Are you going to Scarborough fair? (Você está indo para a feira de Scarborough? Muito bonito!

video
vídeo, youtube - foto, celticworld.wordpress.com

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A versátil saia preta em crochê...

     Essa saia preta , além de linda, é um coringa no guarda-roupa! 


     Quem olha pra uma peça em crochê como essa, pode achar que é super difícil e demorado de fazer, mas vai por mim, pois já fiz algumas: é muito gostoso confeccionar uma saia em crochê, principalmente como essa que os pontos se intercalam. É como montar um quebra-cabeças, sem contar que a gente pode ir experimentando e definindo o comprimento exato que se deseja. 
     Gosto muito de usar a linha "Brisa" pra saias e vestidos e não fico naquela de "não pode passar a ferro" passo sim, e com ferro a vapor (em uma temperatura não muito alta), é isso que dá um belo caimento na viscose da linha e a roupa fica leve e com balanço. Mas você pode utilizar outras linhas que gostar mais ou até fazer uma em lã! Está vendo como é versátil? 
    Agora, pense no forro: Se você é das minhas, que gosta de variar, faça  sem um forro fixo pregado a ela. Depois é só usar uma saia sequinha em cor contrastante por baixo. O azul royal fica lindo! O vermelho, o roxo, o amarelo, o rosa ou até mesmo o branco, como o da foto. Mas se você quer algo discreto pode investir no preto também por baixo, o crochê neste caso, vai aparecer como uma renda e tornar a sua saia bem chique para uma ocasião mais formal. Quer fazer em lã? Ótimo! Utilize uma saia como forro e se esquente com a de lã por cima. Com uma meia grossa... Quer coisa mais prática?! Sem contar que onde você for é sucesso garantido!
     Aqui eu falei do preto, mas que tal também em outra cor????Rsrsrsrs

                                                  fotos, revista MOA

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Uma varanda pra relaxar...o corpo e a mente!

     Já há algum tempo que o Junior tinha a ideia de colocar alguns móveis no final da garagem e fazer uma varanda. A ideia era utilizar algo rústico, e também feito por ele. Depois de folhear revistas, pesquisar em loja de móveis, na internet, ele chegou ao projeto final:


     O verniz e o marrom tabaco não podiam faltar, mas o que ele mais queria era um tal de "verde colonial", que quebrou a monotonia do tom da madeira, se espalhou também pelos vasos e combinou com as plantas...

     
     A mesinha foi "encomendada" para o meu papai, que na verdade é jornalista mas teve seu primeiro emprego em uma marcenaria e ama fazer esse tipo de coisa, as ferramentas e as madeiras são o seu hobby! Ai, o hubby (marido) se encarregou de colocar cor, claro que tive que dar meus palpites ao "arquiteto" (hohohoho).


   A compra de alguns objetos e o arranjo da decoração foram dele. Ficou um lugar tããããão gostoso! À noite dá pra admirar as estrelas e durante o dia com o calor que tem feito, chama pra um bom bate papo acompanhado de um lanchinho. 
      Aprovado, querido hubby! :)

Pão de Mel

Pão de mel, na bandeja do meio
   
     Essa receita de pão de mel eu peguei em uma latinha de "leite moça" há muito tempo, mas sempre que faço é um sucesso! Perdi a conta de quantas vezes já fiz e já passei a receita pra muitas amigas. Dá pra fazer na mão, não precisa de forminhas especiais, rende bastante e é muuuiito gostoso.
     Na foto eu cortei como bolo e enfeitei com um pouco de glacê e confeitos coloridos para o  aniversário de um ano do meu pimpolho (olha que ele já vai fazer 5 aninhos)! Quem quiser, também pode banhar o pedaço todo em chocolate.
     Vai a dica: É interessante que o chocolate seja meio-amargo. Tenho uma amiga que fez com ao leite e disse ter ficado enjoativo. Mas...vai do gosto "do freguês".




Ingredientes:

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 lata (a mesma medida) de leite comum
  • 150 ml  de mel
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de cravo em pó
  • 1 colher (chá) de café solúvel ou chocolate em pó
  • 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 2 colheres (chá) de bicarbonato em pó
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó
  • 1 tablete de chocolate meio amargo (+ ou – 170 grs)



Modo de fazer:

·         Misture os seis primeiros ingredientes até dissolver.
·         Em separado, misture a farinha, o bicarbonato e o fermento peneirados.
·         Aos poucos, vá adicionando a parte líqüida, até obter uma massa homogênea.
·         Asse em forma untada, até que inserindo um palito, este saia limpo.
·         Desligue o forno e aguarde alguns minutos para esfriar um pouco.
·         Quebre o chocolate meio amargo sobre o bolo e volte ao forno (desligado) até derreter.
·         Espalhe com uma faca por toda a superfície, corte como preferir e deixe esfriar para endurecer o chocolate (ou guarde em geladeira depois de frio).

Obs. Asse em assadeira grande pois rende bastante.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Rosa e lilás em plena harmonia...

      


     Achei esse casaquinho lindo!!! Na verdade pensei mais em fazer um pra minha filhota de oito anos do que pra mim (hohohoho), mas ainda não descartei a ideia de ter um também. A combinação do rosa com as margaridinhas lilases foram de muito bom gosto, coisa que os russos no crochê e na moda, apesar de não muito divulgado, tiram nota dez! Simplesmente uma graça! 
     Bom, como disse, o gráfico está em russo, mas acredito que não haja muita dificuldade em interpretar a receita.




fotos da revista russa, MOA





sábado, 18 de fevereiro de 2012

Uma flauta, dois talentos.

     Achei essa interpretação (dupla) da Badinerie Nº 2 em si menor de Bach, maravilhoooosa!!! Segundo um amigo e excelente flautista, essa música é bem difícil de ser tocada e interpretada. Aqui, não se trata de repartir o trabalho, pois quem toca um instrumento sabe como é difícil fazer uma coisa e não fazer a outra, tocar uma melodia ao piano com apenas uma das mãos ou como aqui, dedilhar e não fazer a embocadura e vice-versa. É realmente notável o talento desses dois flautistas renomados:

  • Na embocadura, o israelita Eyal Ein-Habar de 40 anos, que além de soprar o instrumento está regendo a orquestra com o braço estendido para trás!!!
  • No dedilhado, o também israelita Ariel Zuckermann de 38 anos. Já que não precisa soprar, dá pra sorrir para o público!


     Detalhe que os dois são flautistas, instrutores e regentes (que novidade)! 
     Esse vídeo, que parece uma brincadeira, mostra essa coleção de habilidades: Confira!


video
                                 vídeo, youtube.

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

"Georgiana", de Orgulho e Preconceito...

      A irmã de Mr. Darcy ganhou uma linda melodia na versão de 2005 de "Orgulho e Preconceito", de Jane Austen. 
    No filme, a atriz Tamzin Merchant, toca parte da melodia alegre, brilhante e jovial que tem tudo a ver com a personalidade de Georgiana de 16 anos. 
    A linda montagem de imagens é do side da chilenamary-cullen.deviantart.com
     Aqui, na interpretação da russa Ana Carolina Strakovinch. Vale a pena ouvir!

video
                                                              Vídeo: youtube

domingo, 12 de fevereiro de 2012

O Cottage em "Sense and Sensibility" e os 200 anos da publicação do livro.


     Em 2011, completou-se 200 anos da publicação de Sense and Sensibility, título original de Razão e Sensibilidade de escritora inglesa Jane Austen. 
     Na Inglaterra de 1811, o estilo Cottage era muito presente nas casas de campo, pois a palavra COTTAGE, significa: casinha de campo ou chalé. Aqueles lugares cheios de alfazemas, campos verdejantes e às vezes montanhas, encontrado mais naturalmente na França ou Inglaterra onde a paisagem, cultura e estilo de vida locais fazem das casas de campo, verdadeiros cartões postais. 
     Esse gracioso estilo, aparece por duas vezes nas mais recentes versões de Razão e Sensibilidade em vídeo. A primeira, na versão em filme de 1995, as irmãs Elinor e Marianne, interpretadas por Emma Thompson e Kate Winslet,

foram morar neste local, que era chamado de Barton Cottage.


     No interior, a decoração característica do campo e do período regencial inglês, uma mistura do cottage e do provençal. Muito lindo e aconchegante.


     Na segunda, uma minisérie da BBC de 2008, 


     Barton Cottage era assim:

   
     Agora, é só se inspirar e redecorar...: )

 Imagens: charlotteminty.blogspot.com, inkdrips.wordpress.com, austenprose.com, janeausten.com.br.


sábado, 11 de fevereiro de 2012

Bolsa vintage com galão em crochê

    
    Essa linda bolsa em estilo Vintage está a venda no site "Forget me not dreams", mas acho que não deve ser difícil de fazer se conseguir encontrar uma sacolinha de palha como essa da foto. Pra quem ama customizar é um achado. Fica a dica. : )

O estilo Cottage

     Pra mim, não tem coisa mais gostosa de ver do que a decoração no estilo cottage! Aquelas cadeirinhas com almofadas em xadrez, pratinhos espalhados pela casa e uma linda janela aberta mostrando uma paisagem campestre... Faz o coração bater feliz...





Imagens: housebeutiful.com, housingtouri.com